Connect with us

o que é, como funciona e para que serve

Famosos

o que é, como funciona e para que serve


Envato

A dermoabrasão é um procedimento estético que renova as camadas superficiais da pele, através do lixamento cirúrgico. É eficiente para tratar cicatrizes de acne, rugas, melasma e até mesmo para remover determinas tatuagens. Saiba o que as dermatologistas Flavielle Fagundes e Marcela Benez falam sobre o procedimento!

O que é a dermoabrasão?

A dermoabrasão é um procedimento estético feito em consultórios dermatológicos, em que é feito o lixamento da pele através de um dermoabrasor esterelizado. Conhecida como “peeling mecânico”, a técnica promove a renovação da pele e, por isso é usada para suavizar cicatrizes de acne, rugas, melasma e até mesmo tatuagem.

Segundo a Dra. Marcela Benez, “o procedimento é utilizado quando o objetivo é afinar e regularizar a pele”. A doutora alerta que “deve ser realizado em clínicas dermatológicas, pois exige o uso de anestesia” e complementa, dizendo que “deve ser realizado por um dermatologista, cirurgião dermatológico ou cirurgião plástico”.

A dermoabrasão pode custar de R$400 a R$3.000, dependendo do profissional que aplica a técnica. O valor varia conforme a extensão da área lixada, os aparelhos e produtos usados no procedimento.

Para quem é indicado a dermoabrasão

Envato

É indicado para quem deseja deixar determinada região da pele mais lisa. Sendo assim, ela é muito eficiente para cicatriz de acne, rugas profundas, rinofima causada por rosácea, esclerose tuberosa, poros, calvície, melasma e manchas em geral.

Quanto à cicatriz de acne, Marcela Benez alerta que “a dermoabrasão não é indicada para todos os tipos de cicatrizes”. Sendo assim, é importante fazer consultas para avaliar as manchas antes de realizar o procedimento.

A doutora explica que “existem vários tipos de cicatrizes de acne, que variam quanto ao formato e profundidade”. Sendo assim, a doutora indica a dermoabrasão para “cicatrizes em que ocorre a distrofia da pele ou manchas alargadas e profundas para deixar a pele fina, chegando no mesmo nível da cicatriz”.

Em relação às rugas, Flavielle Fagundes esclarece que também não é indicada em todos os casos: “a dermoabrasão melhora rugas finas por meio da renovação celular, por isso é indicada para rugas profundas”.

A doutora também indica o a dermoabrasão para melasma e calvície, explicando que “o procedimento atua disseminando a melanina” e “o processo inflamatório gerado no folículo piloso faz com que o folículo induza a renovação do fio, melhorando a sua qualidade e ocasionando o seu crescimento”, finaliza.

A dermoabrasão remove tatuagens?

Uma das principais dúvidas em relação à dermoabrasão é se o procedimento é eficiente para retirar tatuagens. A Dra. Marcela Benez explica que “durante muitos anos o procedimento foi utilizado para remover pigmentos, já que ainda não existia o laser”. Entretanto, “atualmente é melhor e mais eficiente remover usando o laser”.

Ela complementa, dizendo que “a dermoabrasão para remover tatuagens só é indicada em casos em que o paciente já passou por sessões de laser, pois o procedimento não consegue zerar o pigmento e pode deixar manchas na pele”. A dermoabrasão também pode ser usada “quando o paciente quer uma resposta rápida e pretende fazer outra por cima daquele pigmento”, pontua.

Como funciona a dermoabrasão

Envato

A dermoabrasão é um procedimento simples, que dura em média uma hora e é necessário o uso de anestesia. De modo geral, uma sessão já é suficiente para alcançar o resultado almejado, podendo em alguns casos específicos, ser necessária mais de uma.

Marcela Benez conta que “primeiramente é feita uma limpeza da pele, seguida da aplicação de uma quantidade significativa de anestésico”. Depois de a pele estar completamente anestesiada, “se inicia o lixamento da área e pode ser feito com uma lixa d’água esterilizada ou com o dermoabrasor”.

A doutora alerta que “por ter uma quantidade significativa de sangramento, o procedimento precisa ser realizado por um profissional bem treinado, pois após o lixamento, é feito uma hemostasia na pele para interromper o sangramento”. Para finalizar, “é feito um curativo, em que o paciente deve permanecer com ele por 24 horas”, declara a dermatologista.

Cuidados fundamentais após a dermoabrasão

Assim como qualquer procedimento na pele, a dermoabrasão também exige alguns cuidados que devem ser seguidos à risca. Entre eles estão:

  • Não se expor ao sol: “após o procedimento, a pele leva em média 7 dias para cicatrizar. É comum que a área fique avermelhada e pode levar de um a três meses para sair. Por isso que nesse tempo, o paciente não pode se expor ao sol”, explica Marcela Benez;
  • Evitar mexer na pele: a Dra. Flavielle Fagundes alerta que “uma das principais medidas que o paciente deve tomar é evitar manipular o local em que o procedimento foi realizado”. Pra ela, “isso ajuda a não contribuir com contaminação de fungos e bactérias”.
  • Uso de cremes cicatrizantes: as dermatologistas também mostram a importância de “fazer o uso do medicamento receitado, de acordo com a orientação médica. Assim, “a renovação celular modulada é estimulada e a cicatrização acontece do modo correto”.
  • Usar protetor solar diariamente: o uso diário do protetor solar é fundamental, “pois evita a formação de manchas na área onde ocorreu o procedimento”.

Após a dermoabrasão é comum que a pele fique vermelha e surjam sintomas como inchaço, coceira e irritabilidade. Assim, as dermatologistas alertam que esses sintomas podem durar até uma semana, sendo necessário tomar todos os cuidados pós-operatórios para uma recuperação rápida e sem incidentes.

Dermoabrasão X microdermoabrasão X peeling químico: existe diferença?

Envato

Apesar de serem indicados como tratamento para as mesmas questões, existem algumas diferenças entre peeling químico, dermabrasão e microdermoabrasão. Assim, as maiores divergências entre a dermoabrasão e microdermoabrasão estão no tamanho das agulhas usadas e na profundidade de cada procedimento.

“Na dermoabrasão é feito um lixamento da pele com lixas mais grossas, por isso há o aprofundamento e a retirada de uma camada mais espessa da derme”. “Já na microdermoabrasão as lixas utilizadas costumam ser mais finas, atuando em uma camada mais superficial da pele”, explica a doutora Marcela.

Sendo assim, a microdermoabrasão não tem uma resposta tão satisfatória no tratamento de cicatrizes quanto a dermoabrasão. Já o peeling químico “é feito com um ácido colocado sob a pele que, dependendo do tipo, pode atingir uma camada mais superficial ou profunda da derme”.

“O peeling químico promove a renovação celular, assim como a dermoabrasão e a microdermoabrasão. Mas, essa renovação é feita através de um ácido e não através de ponturas”, esclarece a Dra. Flavielle.

A Dra. Flavielle acrescenta que a escolha de qual procedimento será realizado depende muito da consulta com o profissional: “em geral, eu prefiro a dermoabrasão quando o paciente tem poros dilatados, manchas e cicatriz de acne. Quando é só mancha, eu prefiro o peeling. Mas, na maioria das vezes, a pele possui mais de uma característica, por isso não existe uma fórmula exata”.

A dermoabrasão é um procedimento estético, que visa suavizar rugas, cicatrizes de acne, melasma, entre outros. Sendo assim, é fundamental que a técnica seja realizada por profissional competente e especializado. Caso você esteja procurando uma forma de retirar uma tattoo, saiba como são os procedimentos de remoção de tatuagem.





via

Continue Reading
You may also like...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in Famosos

To Top