Connect with us

Mapa da acne: o que a localização da espinha revela sobre ela

Famosos

Mapa da acne: o que a localização da espinha revela sobre ela


Envato

Além de incomodar, a pele acneica sofre lesões que se transformam em cicatrizes. Assim, fica cada vez mais difícil acabar com as manchas. Entretanto, sabia que a localização das espinhas diz muito sobre a causa do aparecimento? É justamente isso que o mapa da acne rastreia. A seguir, saiba mais sobre o assunto, com explicações e dicas da dermatologista Dra. Monalisa Nunes (CRM/SP 208381).

O que é o mapa da acne

Segundo a Dra. Monalisa, a acne é uma condição inflamatória da pele, que ocorre quando o folículo da glândula sebácea está inflamado e infectado, com acúmulo de sebo e de células mortas. Além disso, há outras razões relativas, “como os fatores genéticos e a mudança hormonal, sobretudo, a que acontece durante a adolescência por influência do excesso de oleosidade, pois é uma pele em transformação”.

Para entender os fatores por trás do surgimento dos cravos e das espinhas, unindo a medicina ayurveda à chinesa, originou-se o mapa da acne. Embora no ocidente não haja muitos estudos sobre o assunto, o método ganhou popularidade e é um auxiliador, pois não prejudica a saúde e detalha o funcionamento de cada região do rosto. A seguir, saiba mais sobre o mapa.

Mapa da acne

Como já foi posto, o mapa da acne é originário da antiga medicina chinesa e ayurvédica. Ele relaciona o aparecimento dos cravos e das espinhas ao lugar em que eles estão no rosto. As regiões acometidas dizem muito sobre os hábitos da pessoa e o funcionamento do seu organismo. A seguir, acompanhe as explicações sobre cada área.

Linha do cabelo e têmporas:

Se por acaso a acne está surgindo na linha do cabelo e têmporas, o motivo pode ser o uso incorreto de óleos capilares, o excesso de oleosidade na raiz do cabelo e a má higiene dos fios. Logo, é uma condição provocada e não uma acne hormonal.

Zona T:

A zona T agrega a área da testa, nariz e queixo. Quando nascem cravos e espinhas nessa área, as motivações se relacionam à puberdade e à liberação de hormônios. Por concentrar uma maior quantidade de glândulas sebáceas, a região é uma das mais afetadas, principalmente, na adolescência.

Bochechas:

Nas bochechas, surgem as acnes de atrito. Elas estão ligadas aos hábitos rotineiros, por exemplo, o atrito do celular com o rosto durante uma ligação e o atrito entre o travesseiro e o rosto. Além disso, durante a pandemia da Covid-19, o uso de máscaras desencadeou a acne conhecida como maskne.

Mandíbula:

Geralmente, a acne nessa região afeta as mulheres adultas. O surgimento pode ser desencadeado por um quadro deovários policísticos e por alterações nos hormônios masculinos. Caso perceba acne no queixo ou na mandíbula, é importante buscar a ajuda de um dermatologista.

Tipos de acne e tratamento

De acordo com a dermatologista, há diferentes tipos de acnes e o tratamento depende muito do estágio da inflamação, classificada em 4 níveis, conforme a gravidade das lesões na pele.

Na acne grau 1, surgem os cravos. O tratamento pode ser feito com cosméticos, como sabonete, hidratante facial e protetor solar. Também vale apostar em uma boa limpeza de pele. Na acne grau 2, aparecem cravos, pequenas espinhas com pus e bolinhas avermelhadas. O cuidado segue o mesmo do estágio inicial. Muitas vezes, não há necessidade de usar medicamentos.

Na acne grau 3, além dos cravos e espinhas, há lesões maiores, avermelhadas e doloridas. Já a acne grau 4 é caracterizada por ser uma condição piorada da anterior, pois as inflamações atingem camadas mais profundas da pele.

Em ambos os níveis, além da limpeza facial, recomenda-se a prescrição de medicamentos de uso tópico, fórmulas manipuladas e produtos de via oral. Em alguns casos, o peeling ajuda a suavizar as cicatrizes da acne.

A especialista ainda ressalta que o acompanhamento médico é fundamental, mesmo em um grau leve, para evitar efeitos colaterais. “É essencial ter a orientação médica desde a adolescência, para manter uma rotina básica de cuidados sempre alinhada, evitando, assim, marcas e cicatrizes”.

Como evitar a acne

mapa da acne

Envato

Cuidar da pele é a melhor prevenção e a dra. Monalisa orienta sobre os cuidados essenciais. Veja:

  • Limpe muito bem a pele, entretanto não a deixe totalmente ressecada.
  • Hidrate a pele, equilibrando óleos e hidratantes naturais.
  • Use protetor solar, pois o Sol é um estimulador das glândulas sebáceas.
  • Evite os fatores que agravam a acne, como alimentação desregulada, uso de medicações desreguladoras dos padrões hormonais, estresse etc.

O aparecimento da acne realmente incomoda. Contudo, não se deixe influenciar por pressões estéticas. É hora de priorizar o autocuidado e colocar as dicas da Dra. Monalisa em prática. Aproveite e aprenda a escolher o sabonete antiacne ideal para a sua pele.





via

Continue Reading
You may also like...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in Famosos

To Top
AllEscort